Teu aniversário, meu presente…

by AlonEvil

Amar…
Quem não gostaria de amar?
Sempre temi, e por várias vezes, relutei…
Amor platônico, amor não correspondido, amor por amor…
Mas no fim, como todo bom libriano, sempre amei
e me pegava pensando: “amei errado, amei demasiado, amei com dor”
mas, amei… e lá se foram namoros, paixonites, devaneios e decepções
decidi, então “isolar o coração da razão, amar não seria mais opção”
cuidaria, me dedicaria
mas não mais amaria
até que, como uma epifania
ela surgia
linda…como um sonho perfeito
sorriso lindo, sincero
amável, diria até, desnudo demais, a ponto de chocar
pois, num simples piscar
me fez volta a me apaixonar
amei, diria sem medo
logo no primeiro momento
aquele tenro sorriso, no fim de um dia cheio
e quase me fez chorar
“como eu,ogro e imundo
me sinto pronto
para voltar a amar?”
Jackeline
és tu quem me faz suspirar
desde o primeiro segundo que pude te olhar
apreciar
como a mais bela arte
feita por Deus, deuses
não és algo que eu pudesse sonhar
tão pouco imaginar
me faz sonhar e comigo mesmo dialogar
o quão maravilhoso é
voltar a amar…

Advertisements