Musa

Ela é como um farol
Me guia para sair da escuridão
Me ajuda a não me perder num mar agitado
Não há onda que me quebre ou me desvie da satisfação
Que é encontrar a paz nos braços dessa que me faz sorrir e sentir-me amado

Ela é como a lua
Que ilumina a noite mais escura
Acalma a madrugada, traz a ruptura
Do desespero de um pesadelo, desperto em desespero
Mas que encontra alento
Quando do sorriso dela me lembro

Ela é a paz que vem do silêncio
De quando encarado me sinto completo
Quando nossos lábios se tocam
E conversamos sem palavras
Deixamos os corações recitando poemas
Que nem mesmo em mil anos
Serei capaz de traduzir em linhas e rimas

Ela torna fácil o que parecia complicado
Traz pra perto o que parecia distante
Muda todo o significado
De ser amado e deixar de ser ignorado
Ela é o motivo da primeira até a última linha
Do poema que eu quero vivênciar, dia a dia
Rimando sobre amor e paixão, não sobre dor e agonia
Ela é minha menina, minha razão, minha melhor rima
Para a poesia que se tornou linda

Advertisements

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out /  Change )

Google photo

You are commenting using your Google account. Log Out /  Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out /  Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out /  Change )

Connecting to %s